Brendan Eich, criador do JavaScript e CEO do Brave, critica DuckDuckGo por acordo de rastreamento com a Microsoft

Brendan Eich, criador do JavaScript e CEO do Brave, critica DuckDuckGo por acordo de rastreamento com a Microsoft

Eich afirma que o serviço de busca inclui exceções para permitir que rastreadores da Microsoft contornem o bloqueio de cookies de terceiros por meio de parâmetros anexados à URL, identificando usuários ao navegarem pela web. A DuckDuckGo caracterizou a crítica de Eich como imprecisa, afirmando que apenas permite que anunciantes do Bing, serviço de busca da Microsoft, determinem se anúncios registraram cliques ou não, sem rastrear usuários com base na navegação ou identidade.

Fonte: site The Register

Microsoft irá bloquear solução do Firefox

Microsoft irá bloquear solução do Firefox

Microsoft afirma que solução alternativa utilizada pelo Firefox para mudança do navegador padrão no Windows 11 é “imprópria” e irá bloqueá-la: o sistema operacional permite a escolha de outros navegadores padrão, mas requer várias etapas para a configuração e algumas vezes força o uso do Edge de qualquer maneira.

A Microsoft afirma que certas interações com o sistema não foram projetadas para serem redirecionadas a outros navegadores: uma delas seria a “experiência de busca” na barra de tarefas do Windows que abre uma pesquisa no Bing dentro do navegador Edge. As informações são do site HowToGeek.

Fonte: https://www.howtogeek.com

Aécio Neves no Google

A mais nova brincadeira no Google é fazer pesquisas de A a Z com o nome de Aécio Neves. Não é à toa que ele tentou censurar o Google. Teste você também!

links do aécio neves no google
Esta ação tem como alvos os sites de busca Google, Yahoo e Bing, da Microsoft. Na peça, o senador pede a exclusão de notícias que o acusam de responder por desvio de verbas na saúde em Minas e remoção de 19 termos detectados nesses sites às sugestões de pesquisas feitas automaticamente.

Fonte: www.folha.uol.com.br