Pesquisador afirma que carros movidos a hidrogênio são uma má ideia

Pesquisador afirma que carros movidos a hidrogênio são uma má ideia

Anthony Patt, do Instituto Federal Suíço de Tecnologia, afirma que o hidrogênio seria apenas um transportador de energia, como a eletricidade, e não uma fonte de energia sustentável. Mesmo o “hidrogênio azul” não seria benéfico, ao possuir ineficiências em seu método de produção que levam a emissões de mais gases do efeito estufa do que petróleo e gás natural. As informações são do site Futurism.

Fonte: https://futurism.com

Tecnologia premiada para armazenamento de energia em grande escala

Tecnologia premiada para armazenamento de energia em grande escala

Nova bateria ecológica para armazenamento de energia em grande escala: o dispositivo se baseia em duas inovações — a fabricação de eletrodos à base de madeira e um novo tipo de eletrólito à base de água. A bateria possui uma densidade energética similar a baterias de chumbo-ácido, mas é sustentável, segura contra incêndios e possui baixíssimo custo de fabricação. As informações são do site ScienceDaily.

“Nossos resultados permitem o armazenamento de energia orgânica segura e ambientalmente sustentável com alta densidade de potência, 5 kW / kg, onde os eletrodos são fabricados a partir de material à base de madeira em uma impressora. Devemos, no entanto, aumentar a densidade de energia: nossas baterias orgânicas são melhores do que os supercapacitores normais e têm quase o mesmo desempenho que as baterias de chumbo-ácido. Mas as baterias de íon-lítio são melhores “, diz Xavier Crispin.

Fonte: https://www.sciencedaily.com

Cientistas criam material isolante feito de pipoca granulada

Cientistas criam material isolante feito de pipoca granulada

Além de ser uma alternativa aos isolantes feitos de derivados do petróleo, o material é ecologicamente sustentável, possui propriedades repelentes à água, de isolamento térmico e proteção contra incêndios. A fabricante de materiais de construção alemã Bachl Group irá produzir o isolante em escala industrial. As informações são do site Phys.

“Este novo processo, baseado no da indústria de plásticos, permite a produção econômica de placas isolantes em escala industrial”, explica o chefe do grupo de pesquisa, professor Alireza Kharazipour. “Especialmente no campo do isolamento na construção, isso garante que os materiais de isolamento naturais não sejam mais apenas produtos de nicho.” Além disso, os novos produtos de pipoca têm propriedades repelentes de água, o que abre ainda mais oportunidades de aplicações práticas e prolonga sua vida útil.

Fonte: https://phys.org