Governo prepara decreto que permitirá o cancelamento de serviços pelo WhatsApp

Governo prepara decreto que permitirá o cancelamento de serviços pelo WhatsApp

A facilidade será obrigatória para estabelecimentos bancários, companhias aéreas, operadoras de telefonia e televisão por assinatura, planos de saúde, distribuidoras de energia e água. Ficam de fora lojas de varejo, supermercados, restaurantes e escolas. A medida deve ser apresentada ainda neste mês, passando a valer a partir de outubro deste ano.

Fonte: site Canaltech

Recente vazamento do Pix não comprometeu dados protegidos pelo sigilo bancário

Segundo o Banco Central, saldos, senhas e extratos não foram expostos. O incidente — que ocorreu no início de dezembro, mas revelado apenas na última sexta-feira — expôs nomes de usuário, CPFs, instituições bancárias, números de agência e contas de 160 mil clientes da empresa “Acesso Soluções de Pagamento”. O BC alerta que apenas o aplicativo ou internet banking da instituição serão utilizados como meios para comunicação do vazamento, devendo-se desconsiderar chamadas telefônicas, SMS, mensagens por WhatsApp e e-mails.

Fonte: Agência Brasil

Procon multa Facebook em 11 milhões de reais por causa do "apagão" deste ano

Procon-SP multa Facebook

Procon multa Facebook em 11 milhões de reais por causa do “apagão” deste ano: segundo o órgão, no dia 4 de outubro, a falha teria afetado mais de 91 mil consumidores brasileiros do Facebook, 90 mil do Instagram e 156 mil do Whatsapp. Apesar desses aplicativos serem gratuitos, a empresa lucra com os serviços prestados, caracterizando relação de consumo. As informações são do site do Procon-SP.

Fonte: https://www.procon.sp.gov.br

FBI pode obter seus dados do WhatsApp em tempo real

FBI pode obter seus dados do WhatsApp em tempo real

FBI consegue obter metadados de conversas do WhatsApp quase em tempo real: apresentado com um mandado de busca e apreensão, a plataforma de mensagens libera todos os dados de contatos de um usuário-alvo em apenas 15 minutos. O WhatsApp confirma a velocidade nas respostas, mas reforça que o conteúdo de mensagens não pode ser lido, já que as conversas são criptografadas de ponta a ponta. As informações são da revista Rolling Stone.

Fonte: https://www.rollingstone.com