Metas de banda larga devem ser substituídas por «selo de qualidade»

Metas de banda larga devem ser substituídas por «selo de qualidade»

Anatel quer aplicativos para medir qualidade de operadoras de telefonia: a ideia é permitir que os próprios consumidores possam realizar as medições dos serviços prestados e, a partir desses dados, criar uma avaliação geral das operadoras. A agência quer publicar os primeiros selos de qualidade no início de 2023.

Os prestadores de pequeno porte (PPP) – no caso da banda larga, são todas as empresas com menos de um milhão de clientes – não estarão enquadrados nas regras, mas poderão espontaneamente fazer as medições e fornecer as informações à Anatel. A divulgação das informações poderá ser uma vantagem competitiva para essas empresas. “Os pequenos muitas vezes têm um atendimento melhor e poderão querer participar do processo como uma forma de divulgarem a qualidade de seus serviços”, afirmou Nilo Pasquali, superintendente de Planejamento e Regulação da Anatel.

Fonte: https://www.telesintese.com.br