Cientistas criam detector de raios-X mais fino do mundo

Cientistas criam detector de raios-X mais fino do mundo

O material possui menos de 10 nanômetros de espessura (uma folha de papel tem cerca de 100 mil nanômetros de espessura), permitindo que seja utilizado na fabricação de dispositivos ultrafinos, com alta sensibilidade e rápido tempo de resposta, permitindo no futuro, até mesmo exames de imagem em tempo real de processos celulares. As informações são do site Phys.

Fonte: https://phys.org