Assalto em shopping no Rio de Janeiro neste final de semana revela “sala antiterrorismo” em loja da Apple

Assalto em shopping no Rio de Janeiro neste final de semana revela “sala antiterrorismo” em loja da Apple

O assalto contra uma joalheria dentro do VillageMall, resultou em tiroteio. Assim que notaram a ocorrência, funcionários da Apple levaram todos os clientes para o local – pedia-se calma enquanto era oferecida água aos presentes. Apesar da proibição, algumas imagens da sala acabaram publicadas nas redes sociais. Além disso, a vitrine da loja possui vidros blindados, informaram os seguranças.

Fonte: site Blog do iPhone

Cidade do Rio de Janeiro irá investir em moedas digitais e dar desconto no IPTU

Dentro do projeto “Cripto Rio”, a cidade irá aplicar 1% do Tesouro em moedas virtuais e dar 10% de desconto no imposto predial quando for pago com Bitcoin. O plano é transformar o Rio em um hub para tecnologias relacionadas a moedas digitais.

Fonte: jornal O Globo

Startup lança hambúrguer vegano que ‘sangra’

Fundador da marca de sucos Do Bem lança startup que vende hambúrguer vegano que ‘sangra’

O Futuro Burguer será vendido a partir de maio, em lanchonetes e supermercados de SP e RJ. A embalagem com duas unidades, congeladas, custará R$ 17

A partir de maio, os brasileiros poderão comer hambúrguer vegano com gosto e aparência de carne bovina, sem deixar o país. Isso é o que promete a Fazenda do Futuro, startup de alimentação criada por Marcos Leta, fundador da marca de sucos Do Bem.

O Futuro Burguer se propõe a imitar o gosto, o aroma e a textura do hambúrguer tradicional. Para imitar a cor de sangue da carne bovina, a empresa usou beterraba. Os demais ingredientes são ervilha, soja e grão de bico — bastante utilizados na dieta vegana.

“Não estamos entrando para competir com marcas de produtos veganos. Queremos concorrer com frigoríficos e vender para carnívoros também”, afirma Leta — ele próprio, um “carnívoro”.

Apesar de a Fazenda do Futuro ter produto semelhantes aos da Impossible Foods e Beyond Meat, o empreendedor afirma que não se inspirou nessas empresas para criar seu negócio — mas admite que viajou para os Estados Unidos para estudá-las. “Fizemos diversos estudos que nos levaram a ‘hackear’ máquinas de frigoríficos. Queremos ser disruptivos no setor”, diz.

O Futuro Burguer será lançado em 9 de maio na lanchonete T.T Burger, no Rio de Janeiro, e em redes varejistas, como La Fruteria. Em São Paulo, hambúrguer será vendido a partir de 15 de maio na Lanchonete da Cidade e nas redes Pão de Açúcar e St. Marché.

A embalagem com duas unidades, congeladas, custará cerca de R$ 17.

De acordo com Leta, a expectativa é a marca chegar a todo Brasil nos próximos três anos. “Quando ganharmos escala de venda, o preço do produto deve cair“, diz.

Fonte: https://epocanegocios.globo.com