Mozilla espera faturar 500 milhões de dólares neste ano e ficar menos dependente do Google

Mozzila menos dependente do Google

Mozilla espera faturar 500 milhões de dólares neste ano e ficar menos dependente do Google: a receita com novos serviços independentes, como VPN e Pocket, deve crescer 150% e representar pelo menos 14% da receita da companhia em 2021. Ainda assim, em 2020, 86% da receita da Mozilla veio do acordo que mantém o Google como serviço de busca padrão no navegador Firefox. As informações são do site TechCrunch.

“À medida que a publicidade muda e o futuro do modelo de negócios da web está em jogo, temos explorado maneiras novas e responsáveis ​​de monetizar que se alinhem aos nossos valores e nos diferenciem”, escreve Mitchell Baker, CEO e presidente da Mozilla Foundation, em anúncio de hoje. “Há muito tempo acreditamos que a suspensão dos cookies e o cálculo do ecossistema de publicidade online estavam chegando – e era muito necessário. Agora ele está aqui, e estamos posicionados para navegar na indústria em direção a um novo modelo de publicidade responsável que respeita as pessoas ao mesmo tempo que agrega valor às empresas. Ao construir produtos para o futuro, estamos construindo um negócio para o futuro.”

Fonte: https://techcrunch.com

63% da população mundial já tem acesso à Internet

Fatos e números 2021

63% da população mundial já tem acesso à Internet: os dados de 2021 mostram um crescimento de 5,8% no ano, mais modesto em comparação a 2020 durante a pandemia (10,2%, o maior em uma década). A Europa é o continente mais conectado (87% das pessoas têm acesso à rede), seguido pela América (81%). A África é o continente menos conectado, com apenas 33%. As informações são da União Internacional de Telecomunicações da ONU.

Fonte: https://www.itu.int