Rússia conduz teste anti-satélite

O teste obrigou tripulação da Estação Espacial a se abrigar em módulos de escape e a explosão causada pelo míssil da operação russa criou 1.500 fragmentos orbitais grandes o suficiente para serem rastreados, além de milhares de detritos orbitais menores. A estação abriga sete tripulantes no momento. As informações são do site Space.

“Garantir a segurança da tripulação sempre foi e continua sendo nossa principal prioridade. O compromisso com este princípio é uma condição fundamental tanto na fabricação de equipamentos espaciais russos quanto no programa de sua operação”, disse Roscosmos no comunicado , que foi escrito em inglês.

Roscosmos – agência espacial russa
Fonte: https://www.space.com