Cientistas chineses descobrem maneira de baixo custo para fusão nuclear

Cientistas chineses descobrem maneira de baixo custo para fusão nuclear

O método envolve feixes de laser direcionados a dois pequenos cones de ouro que emitem plasma de hidrogênio entre si. Apesar de os cones evaporarem após a fusão, o custo final pode ser considerado “desprezível” na operação de uma usina de energia, já que um pequeno grão de ouro pode ser utilizado para a fabricação de milhares de cones.

Assim, junto com a fusão, a equipe chinesa também precisava descobrir como fazer isso com um orçamento e lasers menos potentes. Eventualmente, eles se voltaram para um processo inicialmente desenvolvido em 1997 por Zhang Jie, um renomado físico chinês. As informações são do site Futurism.

Fonte: https://futurism.com