NASA vai enviar corpos femininos artificiais à Lua

NASA vai enviar corpos femininos artificiais à Lua

Helga” e “Zohar” irão auxiliar no estudo dos riscos de radiação para astronautas mulheres pela primeira vez. Os manequins são feitos de materiais que imitam os ossos, tecidos e órgãos de uma mulher adulta, rastreados por mais de 10.000 sensores e 34 detectores de radiação ativos. Os manequins estarão a bordo da missão “Artemis 1”, na qual uma cápsula Orion não tripulada fará uma viagem de ida e volta à Lua ainda neste ano.

Fonte: site Gizmodo

China está desenvolvendo “Lua artificial” para simular baixa gravidade

China está desenvolvendo “Lua artificial” para simular baixa gravidade

Uma câmara de vácuo combinado com um poderoso campo magnético consegue recriar um ambiente de baixa gravidade para o teste de equipamentos e ferramentas espaciais. A instalação foi parcialmente inspirada em pesquisas conduzidas pelo físico russo Andrew Geim, que fez flutuar um sapo utilizando ímãs — o experimento rendeu a Geim o satírico Prêmio Ig Nobel de Física no ano 2000.

Fonte: site Futurism e Wikipedia

O veículo espacial Yutu 2 da China avista uma "cabana misteriosa" em forma de cubo do outro lado da lua

«Cabana Misteriosa» na Lua

Provavelmente é uma grande rocha escavada por um antigo impacto lunar.

O rover chinês Yutu 2 avistou um objeto misterioso no horizonte ao abrir caminho através da cratera Von Kármán no outro lado da lua.

Yutu 2 avistou um objeto em forma de cubo no horizonte ao norte e a cerca de 260 pés (80 metros) de distância em novembro durante o 36º dia lunar da missão, de acordo com um diário Yutu 2 publicado por Our Space, um canal de divulgação científica da língua chinesa afiliado com a Administração Espacial Nacional da China (CNSA).

Nosso Espaço referia-se ao objeto como uma “cabana misteriosa” (神秘 小屋 / shenmi xiaowu), mas este é um nome de espaço reservado em vez de uma descrição precisa.

O veículo espacial Yutu 2 da China avista uma "cabana misteriosa" em forma de cubo do outro lado da lua
O veículo espacial Yutu 2 da China avista uma “cabana misteriosa” em forma de cubo do outro lado da lua
C é a linguagem com a maior eficiência energética, Perl possui a menor

C é a linguagem com a maior eficiência energética, Perl possui a menor

A maioria das pessoas presumiria que um programa de computador que funciona mais rápido consumirá menos energia. Mas isso nem sempre pode ser verdade, pois outros fatores entram na equação de consumo de energia além da velocidade.

O estudo foi realizado por cientistas da computação portugueses em 2017, mas chamou a atenção somente agora. Foram analisados o tempo de execução, uso de memória e consumo de energia entre 27 linguagens de programação. Linguagens compiladas tendem a ser mais rápidas e eficientes no uso de energia (como exemplos, C e Rust), ao contrário de linguagens interpretadas (Perl e Lua). As informações são do site Hackaday.

Fonte: https://hackaday.com