TSE: Cinco ataques tiveram sucesso contra a urna eletrônica

TSE: Cinco ataques tiveram sucesso contra a urna eletrônica

Cinco planos de ataque atingiram a urna eletrônica: no entanto, segundo o TSE, não houve nenhuma quebra efetiva do processo eleitoral, mas algumas ”barreiras” foram ultrapassadas. Durante seis dias, um total de 29 planos de ataques foram direcionados aos equipamentos e sistemas desenvolvidos para as Eleições de 2022. Uma das equipes utilizou o método conhecido como “chupa cabra”, instalando uma cobertura impressa em 3D em cima do teclado da urna eletrônica, captando a atividade de eleitores. O TSE disse que o teste foi um dos mais produtivos desde 2009. As informações são do TSE e do site Convergência Digital.

“Temos que trabalhar e aperfeiçoar os sistemas. E os testes servem para que possamos aprender com esses ataques de pessoas e grupos externos”, afirmou o coordenador de Sistemas Eleitorais do TSE, José Melo Cruz. A Justiça Eleitoral reconhece que cinco planos foram concluídos com achados relevantes.

Fonte: https://www.convergenciadigital.com.br

Ministério Público quer R$ 1,9 milhão de site que baixa vídeos do YouTube

Ministério Público quer R$ 1,9 milhão de site que baixa vídeos do YouTube

Ministério Público quer fazer acordo milionário para encerrar processo contra site que baixa vídeos do YouTube: o órgão está pedindo 1,9 milhão de reais e o site também precisaria bloquear usuários e pagamentos vindos do Brasil, além de relacionar IPs que tentassem driblar esse bloqueio. O dono do site Yout, o estadunidense Johnathan Nader, afirma ter um histórico de lutas contra esses tipos de ação. As informações são do Tecnoblog.

Fonte: https://tecnoblog.net

Ameaças cibernéticas a organizações financeiras em 2022

Ameaças cibernéticas a organizações financeiras em 2022

Trojans bancários brasileiros serão uma das maiores ameaças em 2022: com a transição para o uso de serviços bancários em dispositivos móveis, grupos de criminosos que tradicionalmente procuram por brechas no Windows deverão expandir seus portfólios e consolidar o desenvolvimento de trojans bancários e de acesso remoto em dispositivos Android. As informações são do site Securelist da Kaspersky.

Fonte: https://securelist.com

Grupo cibercriminoso está visando biomanufatura com novo malware

Grupo cibercriminoso está visando biomanufatura com novo malware

Instalações estão sendo infectadas com um vírus personalizado chamado “Tardigrade”, entregue por meio de phishing ou pendrives que, de alguma forma, são deixados nas instalações das organizações-alvo. O objetivo dos criminosos aparentemente é espionagem ou interrupção operacional já que não há claro interesse em pagamento de resgates. As informações são do site Bleeping Computer.

O malware é particularmente interessante no sentido de que pode recompilar o carregador da memória sem deixar uma assinatura consistente, portanto, é muito mais difícil de identificar, rastrear e remover.

Fonte: https://www.bleepingcomputer.com

Ação da Apple contra fabricante do sistema Pegasus é “declaração de guerra” contra desenvolvedores de software ofensivos

Apple contra sistema Pegasus é declaração de guerra

Ação da Apple contra fabricante do sistema Pegasus é “declaração de guerra” contra desenvolvedores de software ofensivos: a Apple acionou judicialmente a NSO com a intenção de impedir que a empresa de vigilância tenha acesso a qualquer software, serviço ou dispositivo da marca no futuro. O Pegasus é uma ferramenta de spyware, geralmente utilizada por estados-nação para espionar jornalistas, acadêmicos ou dissidentes políticos. As informações são do site The Register.

Na minha opinião, a Apple quer pesquisadores ofensivos fora de campo, porque eles prejudicam a reputação da empresa. O governo dos EUA se preocupa mais com o uso controlado e a não proliferação de tecnologia ofensiva, mas parece apoiar o mesmo lado. WhatsApp anteriormente, agora Apple e o governo dos EUA. Esta parece se tornar uma tendência para colocar em ordem a pesquisa ofensiva.

Diretor de Pesquisa e Análise Global da Kaspersky para a APAC, Vitaly Kamlyuk

Fonte: https://www.theregister.com