Polícia investiga fraude no C6 Bank

Polícia investiga fraude no C6 Bank

Cerca de cinco mil correntistas teriam utilizado uma brecha no sistema do banco virtual e burlado um sistema de segurança que impedia o saque de valores depositados enquanto a fatura do cartão de crédito ainda não havia sido paga. O estranho é que o golpe ficou circunscrito geograficamente a uma comunidade na Baixada Fluminense (RJ) e a polícia agora investiga se as pessoas descobriram a brecha pelo boca a boca no local.

Fonte: coluna Radar Econômico da revista Veja

Com IPO, Nubank se torna banco mais valioso da América Latina

Com IPO, Nubank se torna banco mais valioso da América Latina

Nubank torna-se o maior banco da América Latina: o banco digital ultrapassa gigantes nacionais como o Itaú, Bradesco e Banco do Brasil, com valor de mercado de 41,5 bilhões de dólares (cerca de 234 bilhões de reais) antes do primeiro dia de negociação na bolsa de valores de Nova Iorque, que ocorre nesta quinta-feira. As informações são do site TecMundo.

Fonte: https://www.tecmundo.com.br

O que é Social Engineering

O que é Engenharia Social?

o que e Social Engineering

O termo “engenharia social” (em inglês “social engineering”) designa a arte de manipular pessoas a fim de contornar dispositivos de segurança. Trata-se assim de uma técnica que consiste em obter informações por parte dos utilizadores por telefone, por correio eletrônico, por correio tradicional ou contato direto.

A engenharia social é baseada na utilização da força de persuasão e na exploração da ingenuidade dos usuários, fazendo-se passar para uma pessoa da casa, um técnico, um administrador, etc.

engenharia social banco utilidade pública

Geralmente, os métodos de engenharia social desenrolam-se de acordo com o esquema seguinte:

  • Uma fase de abordagem que permite pôr o utilizador à vontade, fazendo-se passar por uma pessoa da sua hierarquia, da empresa, do seu meio ou por um cliente, um fornecedor, etc.
  • Um alerta, a fim de o destabilizar e assegurar-se da rapidez da sua reação. Pode tratar-se, por exemplo, de um pretexto de segurança ou de uma situação de emergência;
  • Uma diversão, quer dizer, uma frase ou uma situação que permite tranquilizar o utilizador e evitar que se focalize no alerta. Pode tratar-se, por exemplo, de um agradecimento que anuncia que tudo voltou à normalidade, de uma frase anódina ou, no caso de um correio eletrônico ou de um site web, de um redirecionamento para o site web da empresa.

A engenharia social pode assumir várias formas:

  • Por telefone,
  • Por correio eletrônico,
  • Por correio escrito,
  • Por serviço de mensagens instantâneas,
  • etc.

Como se proteger?

A melhor maneira de se proteger das técnicas de engenharia social é utilizar o seu bom senso para não divulgar a qualquer pessoa as informações que podem prejudicar a segurança da empresa. Assim é aconselhável, independentemente do tipo de informação pedida:

  • informar-se sobre a identidade do seu interlocutor pedindo-lhe informações precisas (nome e apelido, empresa, número de telefone);
  • verificar eventualmente as informações fornecidas;
  • interrogar-se sobre a importância das informações pedidas.

Assim, uma formação e uma sensibilização dos utilizadores para os problemas de segurança podem revelar-se necessárias.

Hostedagem grátis

Procurando hospedagem php grátis? Segue mais uma dica para hospedar grátis, sem gastar nada.

Hospedagem grátisDiferentemente de outros serviços de hospedagem gratuitos, oferecemos suporte a PHP e MySQL sem nenhuma restrição. O acesso completo as ultimas versões do PHP e MySQL está disponível.

Não pagar o TAC

O que é TAC? Como não pagar?

rastrear objetos dos correios por código rastreador de encomendas

Orientação sobre cobrança indevida de tarifa de abertura de crédito

Em virtude das inúmeras reclamações recebidas de consumidores no Brasil ao PROCON em vários estados quanto à cobrança indevida da tarifa de abertura de crédito, conhecida como TAC, realizada pelas instituições financeiras do Brasil, o Procon orienta os consumidores alertando-os para esse tipo de prática abusiva, no momento de fazer um financiamento. A informação foi dada pela coordenadora executiva do Procon Estadual, Adriana Burger (RS).

Não pagar o TAC

O que é a TAC?

A Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) é um valor cobrado indevidamente, embutido nos contratos de financiamento de veículos, nos empréstimos pessoais, inclusive naqueles cujos pagamentos são feitos por desconto em folha, à exceção daqueles vinculados aos benefícios do INSS, onde tal cobrança sempre foi proibida.

A Resolução nº. 3.518, do Banco Central do Brasil, publicada em 6 de dezembro de 2007, que disciplina a cobrança de tarifas pela prestação de serviços por parte das instituições financeiras e demais instituições autorizadas a funcionar pelo Banco Central, entrou em vigor em 30 de abril de 2008.

A cobrança da Tarifa de Abertura de Crédito (TAC) é considerada ilegal, e portanto não pode ser cobrada a partir da data em que entraram em vigor as normas da Resolução nº. 3.518/07, padronizando a nomenclatura das tarifas bancárias existentes. Somente podem ser cobradas as tarifas previstas na regulamentação. A TAC não consta na listagem de cobranças permitidas pelo Banco Central.

Com a Resolução não é mais admitida a cobrança de qualquer outra tarifa relacionada à movimentação de contas de depósitos, transferência de recursos, confecção de cadastro e operações de crédito nem por abertura de crédito.

Como não pagar a TAC? Como proceder?

Os consumidores lesados com tal prática, obrigados a pagar a TAC, podem fazer uma denúncia do Banco ou da Financeira junto a Ouvidoria do Banco Central do Brasil, por meio do site www.bcb.gov.br ou pelo telefone 0800 979 2345.

Depois de recolhida a TAC, o consumidor pode solicitar judicialmente sua devolução em dobro, acrescido de correção monetária e juros legais, de acordo com o artigo 42 parágrafo único do CDC.

Os consumidores que se sentirem lesados também podem procurar o Procon de sua cidade consultando os endereços na página do Procon-RS na internet www.procon.rs.gov.br . Os consumidores de cidades que não possuem órgão de defesa do consumidor podem procurar o Procon Estadual na Rua Sete de Setembro, 713, Centro, Porto Alegre.