Lasers de pulso ultracurto matam superbactérias e vírus sem danificar células humanas

Lasers de pulso ultracurto matam superbactérias e vírus sem danificar células humanas

A tecnologia possui 99,9% de eficácia na inativação desses agentes patogênicos e pode ser utilizada para esterilizar ferimentos, procedimentos cirúrgicos, produtos biológicos in vitro e tem o potencial para tratar infecções generalizadas no futuro, colocando pacientes em máquinas de hemodiálise com esse tipo de laser. As informações são do site ScienceDaily.

“A tecnologia de laser de pulso ultracurto inativa exclusivamente os patógenos enquanto preserva as proteínas e células humanas”, disse o primeiro autor Shaw-Wei (David) Tsen, MD, PhD, instrutor de radiologia no Mallinckrodt Institute of Radiology (MIR) da Washington University. “Imagine se, antes de fechar uma ferida cirúrgica, pudéssemos escanear um feixe de laser em todo o local e reduzir ainda mais as chances de infecção. Posso ver essa tecnologia sendo usada em breve para desinfetar produtos biológicos in vitro e até mesmo para tratar infecções da corrente sanguínea em o futuro colocando os pacientes em diálise e passando o sangue por um dispositivo de tratamento a laser. “

Fonte: https://www.sciencedaily.com

Jeff Bezos acredita que a maioria das pessoas nascerá em colônias espaciais no futuro

Jeff Bezos acredita que a maioria das pessoas nascerá em colônias espaciais no futuro

O fundador da Amazon argumenta que o sistema solar pode abrigar 1 trilhão de pessoas, enquanto a Terra possui um limite de 10 bilhões. Bezos acredita que a Terra será protegida como um parque nacional, visitada somente para turismo. As informações são do site Futurism.

Ao longo dos séculos, a maioria ou muitas das pessoas nascerão no espaço”, disse Bezos no fórum. “Será a primeira casa deles. Eles nascerão nessas colônias, eles viverão nessas colônias. Eles podem visitar a Terra da mesma forma que você visitaria o Parque Nacional de Yellowstone.

Jeff Bezos

Fonte: https://futurism.com

Quais iniciativas adotar para a transformação do novo ambiente de trabalho

De acordo com estudo da Deloitte, “o local de trabalho digital engloba todas as tecnologias que as pessoas usam para realizar o trabalho no local de trabalho atual – tanto as que estão em operação quanto as que ainda não foram implementadas. Ele varia de seus aplicativos de RH e aplicativos de negócios principais a e-mail, mensagens instantâneas e ferramentas de mídia social corporativa e ferramentas de reunião virtual.”

“… o local de trabalho digital engloba todas as tecnologias que as pessoas usam para realizar o trabalho no local de trabalho atual – tanto as que estão em operação quanto as que ainda não foram implementadas. Ele varia de seus aplicativos de RH e aplicativos de negócios principais a e-mail, mensagens instantâneas e ferramentas de mídia social corporativa e ferramentas de reunião virtual.”

Os locais de trabalho digitais visam melhorar a comunicação, colaboração, gerenciamento de conteúdo, gerenciamento de documentos e fluxo de informações em toda a organização e levar ao aumento da produtividade e eficiência dos funcionários.

Além de aplicativos de trabalho, a nuvem também faz parte do local de trabalho digital, pois garante que as empresas possam funcionar além das fronteiras geográficas, horários de trabalho ou via comunicação remota

Para preparar seus modelos de negócios para o futuro, as empresas estão perguntando para onde as coisas estão indo e quais as estratégias de digitalização prioritárias.

Discutir esse novo cenário pós-pandemia, que envolve estratégia, tecnologias e pessoas, é o objetivo da 2ª edição do Digital Work Place Forum, evento pioneiro da discussão sobre o novo ambiente de trabalho digital.

Alemanha inaugura sua primeira autobahn elétrica

Trecho da A5 perto de Frankfurt é adaptado para a recarga em movimento de caminhões com motores elétricos. Governo busca soluções para diminuir emissões de poluentes pelo transporte de cargas.

A primeira autobahn elétrica da Alemanha, voltada para o transporte de cargas, foi inaugurada nesta terça-feira (07/05/2019) perto de Frankfurt.

Na verdade trata-se de um trecho de 5 km na autobahn A5, no estado de Hessen. Em ambos os lados da pista foram colocados cabos aéreos, semelhantes aos usados pelos bondes elétricos.

Caminhões com motores elétricos poderão se acoplar aos cabos aéreos e recarregar suas baterias ao passarem pelo trecho. Cinco transportadoras participarão de uma fase de testes, executada pelo Ministério do Meio Ambiente da Alemanha.

Os caminhões do teste têm tecnologia híbrida (motores elétricos e a combustão), e o trecho com os cabos serve para o recarregamento das baterias, que podem então ser utilizadas. Quando elas ficarem vazias é acionado o motor a combustão.

O ministério quer testar modelos para o transporte de cargas nas estradas e investiu 50 milhões de euros em três trechos de testes. Um deles é o que fica perto de Frankfurt, e os outros dois serão construídos nos estados de Schleswig-Holstein e Baden-Württemberg.

O objetivo final é encontrar soluções para o transporte de cargas que sejam ao mesmo tempo pouco poluidoras e que emitam poucos ruídos. Os testes também vão avaliar se a mudança atrapalha o trânsito e qual o custo adicional de manutenção das rodovias.

Segundo o ministério, o transporte de cargas têm aumentado nos últimos anos é um grande emissor de gases do efeito estufa.

O ministério justificou a opção pela A5 com o forte tráfego, de mais de 130 mil veículos por dia, dos quais 13 mil caminhões, pelo trecho.

“Se funcionar aqui, funciona em qualquer lugar”, disse um responsável.

Se funcionar, isso não significa que todas as autobahns do país teriam que ser adaptadas. Pelos cálculos do ministério bastariam mil quilômetros para o transporte de cargas. O custo final seria de um 1 milhão de euros por quilômetro, ou 1 bilhão de euros no total.

Ainda não está claro como a energia que os caminhões utilizarão para recarregar as baterias seria cobrada. Na fase de testes, a conta será paga pelo Ministério do Meio Ambiente.

Também não está claro quem arcará com os custos da adaptação dos caminhões ao novo sistema. Pelos cálculos da montadora Scania, que fabricou os protótipos para o teste, um caminhão que pode se recarregar enquanto anda custa de 50% a 75% mais do que um caminhão normal.

Os atuais caminhões que andam apenas com motores elétricos podem rodar no máximo 10 quilômetros até ficarem sem carga. O objetivo é chegar a 60 quilômetros.

Além da Alemanha, a Suécia e os Estados Unidos também têm trechos de “rodovias elétricas“.

Vídeo da primeira autobahn elétrica na Alemanha:

Trailer Oficial do filme Chappie 2015

Em um futuro próximo robôs com inteligência artificial estarão entre nós fazendo atividades triviais e até mesmo servindo como policiais. Esse filme do mesmo diretor de Distrito 9, além de extramente realista com efeitos especiais incríveis, explorar os problemas que inevitavelmente iremos enfrentar quando as máquinas tomarem conciência, começarem a aprender todo o conhecimento da humanidade. O que você pensa sobre isso? …”Eu não quero morrer, eu quero viver …”

 

Não tem como você não gostar dessa máquina, mas é bom imaginar que quando ele tiver todo conhecimento da humanida, provavelmente você se tornará um ser insignificante e ele Deus.

chappie cartaz cartas download torrent

Chappie dvd bluray